Perguntas a fazer um homem divorciado

Tudo que o homem gosta e mais um pouco 276 perguntas para se fazer antes de casar – Tudo Para Homens Conheça as 276 perguntas que todo casal deveria se fazer antes de casar. Como Descobrir se Alguém Está Divorciado. Talvez você queira saber se o novato do trabalho é solteiro antes de chamá-lo para sair ou suspeita que a mulher com quem está saindo não está realmente livre e desimpedida como diz. Seja para... Para um homem que nunca foi casado, pode parecer preto e branco, mas para um homem divorciado, é um pouco mais complicado do que isso. Agora vou explicar os meandros de namorar um homem divorciado e ajudá-la a ver que isso não significa necessariamente que ele deva ser descartado. 50 perguntas inteligentes para fazer a um homem desconhecido, amigo, namorado ou ficante E aqui está 50 perguntas inteligentes para fazer a um homem para conhecê-lo melhor … E seja ele um desconhecido que você quer conhecer, um amigo, amante, ficante… não importa… essas questões vai lhe ajudar a se conectar mais profundamente com ele… Ninguém disse que ajudar um homem a superar um divórcio é fácil - especialmente se você estiver apaixonada por ele. No entanto, se você realmente possuir um laço com este homem, então deverá ajudá-lo a superar um relacionamento, conversando com ele sobre o assunto, sendo uma fonte de apoio e conforto, fazendo novas coisas com ele.Além disso, seja paciente com ele e vá com calma ... Portanto, começar a falar sobre o casamento passado que ter muito cuidado. Não é necessário mais uma vez para reabrir a ferida e fazer perguntas sem tato. É improvável que eles vão obter resposta justa e imparcial, mesmo quando, após o divórcio tem sido há alguns anos. No melhor dos casos, um homem otmolchitsya. Estas são apenas algumas perguntas que você deve ter em mente antes de entrar nesse tipo de relacionamento. Conquistar um homem divorciado já é bastante desafiador, namorar um homem recém-divorciado pode ser ainda mais difícil. Então, certifique-se de onde está. 5.Se você ama um canceriano, precisa lidar com a irritação. Uma análise astrológica recente por Geoffrey Dean concluiu que os signos astrológicos são de particular importância quando se trata de escolher um parceiro com o qual você vai ser compatível, mas eles desempenham um papel menos importante na previsão de divórcio do que na previsão de casamento . Esse estereótipo do relacionamento feliz, das coisas que um homem “deve” fazer para manter sua companheira fiel ao seu lado não é nada mais do que fetiche feminino, uma justificativa, um meio de manter um relacionamento fracassado em pé, pois amor de verdade é vazio dessas coisas e rico em sentimento, conexão, afinidade, prazer ... Se você começou a sair com um homem divorciado e passou a se envolver emocionalmente vai perceber em pouco tempo que as regras de um encontro “normal”, com um rapaz que nunca se casou, não ...

O Manual secreto da Sugar Baby ​

2019.11.20 02:02 camillohenrique O Manual secreto da Sugar Baby ​

O Manual secreto da Sugar Baby ​

Lançamento exclusivo. O único curso online sobre Sugar Baby do Brasil:

O Manual secreto da Sugar Baby ​
O Manual secreto da Sugar Baby – Como conquistar um homem rico ou Sugar Daddy é um curso completo online com muitas informações para sugar babies sobre onde conhecer homens ricos, como se portar e todos os cuidados nos relacionamentos sugar online online.
É o único curso sobre o tema no Brasil
São 12 módulos com 85 páginas.
A experiência de 4 anos no mundo sugar organizado em um super curso prático, completo e essencial para todas as garotas que querem ser uma sugar baby de sucesso planejamento e segurança.
Se você sempre teve a curiosidade de saber o que é uma sugar baby ou se quer ser uma e conhecer homens ricos para te mimar, namorar, bancar seus projetos, investimentos ou até mesmo casar. Este curso vai te ajudar e dar base com muitas informações importantes.
É um curso completo sobre a sugar baby dentro do mundo de relacionamento sugar, o único curso sobre o tema no Brasil.

Curso completo para você que quer ser uma sugar baby de sucesso!

O que você vai aprender?

O melhor e único conteúdo para gatrotas que querem conseguir ter sucesso com homens ricos.

Introdução

  • O que é o relacionamento sugar
  • O que é uma sugar babby
  • O que é um sugar daddy
  • Da pobreza para riqueza - A história de uma Sugar Baby

Módulo 1

  • Você poderia ser uma Sugar Baby?
  • Tudo sobre Sugar Baby
  • Uma história sobre Sugar Babies ao longo da história
  • A Sugar Baby moderna e o Relacionamento Sugar hoje em dia
  • Por que ser uma Sugar Baby?
  • ​O que você pode conseguir se for uma Sugar Baby?
  • Por que não ser uma Sugar Baby?
  • etc...

Módulo 2

  • Tornando-se uma Sugar Baby
  • Criando um Personagem, seu avatar
  • Criando seu perfil
  • Como ser uma Sugar Baby bem sucedida
  • A arma secreta da Sugar Baby
  • etc..

Módulo 3

  • Estágios de Vida de uma Sugar Baby
  • Sugar Baby Quando você tem + de 18
  • Sugar Baby em seus 20 anos
  • Sugar Baby em seus 30 anos
  • Sugar Baby em seus 40 anos ... e além
  • Uma nota especial para sugar babies mais velhas
  • etc..

Módulo 4

  • Sugar Daddies
  • Os 3 principais tipos de Sugar Daddies
  • Sugar Daddy Tipo # 1:
  • Sugar Daddy Tipo # 2:
  • Sugar Daddy Tipo # 3:
  • Homens casados no relacionamento sugar
  • Por que os homens casados pensam em ter uma Sugar Baby
  • Homens divorciados no relacionamento sugar
  • Porque um homem se torna Sugar Daddy?
  • O que os Sugar Daddies tem para oferecer!
  • etc...

Módulo 5

  • Como encontrar um Sugar Daddy em pessoa
  • Onde encontrar homens bem de vida financeiramente
  • Como se aproximar de um Sugar Daddy
  • etc...

Módulo 6

  • Como encontrar um Sugar Daddy on-line
  • Encontrando Sugar Daddies Online
  • Telefonemas
  • Seu primeiro encontro
  • Quando o Sugar Daddy não te dá o dados de contato
  • etc...

Módulo 7

  • Dinheiro e a Sugar Baby
  • Como Pedir Dinheiro para o Sugar Daddy
  • Não peça nada e você receberá nada!
  • Sugar Daddies que só dão presentes
  • Como conseguir um aumento
  • Como conseguir dinheiro para investimento
  • Quando seu Sugar Daddy diz não
  • Quando seu Sugar Daddy quer fazer verificação de despesas
  • etc...

Módulo 8

  • A Segurança da Sugar Baby
  • Sua segurança pessoal
  • Mantendo sua privacidade
  • Sua primeira vez juntos
  • etc...

Módulo 9

  • Mantendo seu relacionamento sugar
  • A regra número 1 de ser uma Sugar Baby
  • Mantendo-o estimulado e não da maneira que você pensa!
  • Mantendo-o estimulado e não da maneira que você pensa!
  • As belas artes da conversação
  • Sua aparência
  • Viajando Com Seu Sugar Daddy
  • Mantendo seu poder dinâmico
  • etc...

Módulo 10

  • Exclusividade?
  • Exclusividade com seu Sugar Daddy?
  • Como ter Vários Sugar Daddies
  • Viver na mesma cidade que o seu´s Sugar Daddy´s?
  • Casando com seu Sugar Daddy, sua segurança jurídica

Módulo 11

  • Problemas da Sugar Baby
  • Quando seu Sugar Daddy é egoísta, narcisista ou exigente
  • No armário - A sugar baby deve deveria sair ou não do armario?
  • Evitando o Stress
  • O Imposto de renda
  • etc...

Módulo 12

  • Como sair do negócio de Sugar Baby no tempo certo
  • Você não está ficando mais jovem
  • Quanto é o suficiente $$$ ?
  • Fazendo um plano de saída do relacionamento sugar
  • Abandonando seu Sugar Daddy
  • Quando seu sugar daddy te abandona
  • etc...

Conclusão

  • Agora que você terminou este curso, você deve ter uma boa visão do que significa ser uma Sugar Baby
  • etc...

Perguntas frequentes

  • Posso ser uma Sugar Baby se for gorda?
  • Eu preciso de implantes?
  • Preciso me depilar?
  • Eu posso ter uma Sugar Baby tiver tatuagens e piercings?
  • Eu preciso me bronzear?
  • E se eu estiver criando um perfil on-line e tiver tatuagens, piercings ou marcas de nascença grandes, como posso evitar ser reconhecida por familiares ou amigos fora do mundo sugar?
  • Quão reveladoras devem ser as fotos no meu perfil online?
  • E se ele está tendo mais de uma Sugar Baby de cada vez?
  • E se meu Daddy parou de me dar dinheiro, mas ainda insiste em se encontrar comigo?
  • https://manualsecretodasugarbaby.com/
submitted by camillohenrique to u/camillohenrique [link] [comments]


2019.10.13 05:00 altovaliriano [PERSONAGENS] Arianne Martell

Em O Festim dos Corvos, Arianne Martell é desde logo apresentada como uma jogadora que está disposta a assumir grandes riscos. No segundo capítulo de núcleo dornês da saga, já vimos o evidente contraste entre a cautela de seu pai e seu comportamento arrojado.
Porém, os planos de Arianne se mostram fúteis diante da capilarização do poder de Doran. O Príncipe mostra ser um jogador experiente: ele chega antes, com mais homens, faz bom uso do elemento surpresa e não deixa muito para o acaso (apesar de que o que deixou ao acaso quase custou a vida de Myrcella, como ele admite). Doran sabe como quebrar Arianne, enquanto adversária. Mas nunca soube como compreendê-la como filha, tampouco lhe dar utilidade como aliada. E este desconcerto quase leva Dorne a uma guerra simultaneamente interna e externa.
Contando com os capítulos liberados de Ventos do Inverno, Arianne só aparece em 7 capítulos, dos quais é POV em apenas 4. Muito pouco para se esperar que haja material para traçar paralelos com personalidade históricas do mundo real. Contudo, há elementos para comparar sua jornada a fábulas de nosso mundo e a personalidades da história do mundo dela.
Para tanto, vamos examinar sua condição humana, seu despertar para a maturidade e seu futuro.
ARIANNE, O ANIMAL HUMANO
Pouco realmente se sabe sobre a infância de Arianne. A lembrança mais antiga da filha de Doran e Mellario remete ao tempo em que era uma criança rechonchuda e de peito liso e rezava aos deuses para ser bela quando crescesse (TWOW, Arianne I). Essa memória revela o quão significativo para Arianne era a beleza, algo que mais tarde viria a se tornar sua ferramenta mais amplamente explorada.
Fora isso, sabemos apenas detalhes vagos, como que ela tinha uma boa relação com Doran ("A garotinha que costumava correr para mim quando esfolava o joelho") e passou muitos anos da infância nos Jardins de Água. Contudo, uma vez que o relacionamento de seus pais deve ao menos ter tido um início auspicioso, Arianne provavelmente foi a única filha a presenciar os bons anos de relacionamento entre Doran e Mellario.
Não sabemos ao cero quando os problemas começaram, mas sabemos que eles atingiram um pico quando Quentyn foi usado como moeda de troca com os Yronwood pelos problemas que Oberyn havia causado. Também não sabemos quando isso aconteceu, mas, uma vez que Quentyn nasceu em 281 e sua partida se deu quando ele era "muito jovem", não deve ter ocorrido quando Arianne tinha mais de 10 anos de idade (ou seja, no máximo, 286 dC) e, segundo ela, isso foi determinante para que nunca fosse próxima do irmão.
Quando Arianne tinha 11 anos (287 dC), seu irmão Trystane nasceu. A diferença de idade é a justificativa que Arianne usa para justificar sua falta de intimidade com Trystane. Porém, deve ser lembrado que algum tempo depois, novamente a relação de seu pai e sua mãe chegou a outro ponto extremo e Mellario voltou para Norvos. Ainda que não saibamos quando isso ocorreu, é difícil de acreditar que isto tenha ocorrido antes que Arianne, ao 14 anos (290 dC), descobrisse a carta de Doran a Quentyn que fez com que suas relações com seu pai deteriorassem.
Arianne, portanto, era uma filha de pais divorciados. E Trystane, uma criança, não era a pessoa indicada para lhe amparar. Na verdade, Arianne buscava apoio nas primas, as serpentes de areia, todas elas mulheres criadas longe de suas mães, e nos amigos de infância, em especial Garin, cuja mãe foi ama-de-leite de Arianne. Assim, são pessoas unidades pelo tema da maternidade.
Não fossem os dorneses famosos por seu comportamento impulsivo e sexualizado, seria fácil atribuir as travessuras de infância e adolescência de Arianne e cia à desestabilização do núcleo familiar. Ainda assim, quando ficamos sabendo que certa vez a filha de Doran e as Serpentes de Areia foram tão longe quanto cruzar o rio Vago para fazer uma visita da melhor amiga de Arianne, Tyene Sand. Literalmente, um jornada em busca da mãe.
Ainda assim, Mellario não pode ser considerada um influência na vida de Arianne. O impacto que ela causou na garota foi tê-la deixado, assim como Arianne deve ter se sentido preterida pelo pai quando descobriu a carta a Quentyn. A pessoa que detinha a admiração era seu tio Oberyn, por quem nutria uma paixonite (segundo informações do aplicativo oficial para celular, uma fonte semi-canônica). Para os dorneses, comparados a Oberyn, seu pai e sua mãe não poderiam ser chamados de pessoas fortes.
Talvez desse complexo paterno por Oberyn que Arianne tenha desenvolvido uma personalidade mais parecida com a das Serpentes de Areia do que a dos outros Martell. Não sendo uma guerreira, não poderia ser parecida com Nymeria ou Obara, mas Arianne acaba por desenvolver uma personalidade gêmea à de Tyene, que usa de uma aparência de ingenuidade para disfarçar maquinações ferozes.
A sedução e a beleza são as ferramentas de Arianne, no lugar da violência. Ela rezou muito para que fosse bela porque provavelmente entendia o que isso representava. Como Arianne reconhecidamente tem um fraco para garotos bonitos, maus e perigosos (TWOW, Arianne I) - provavelmente em decorrência de sua atração por Oberyn, o ícone das Serpentes de Areia -, ela sabia que a beleza e a sedução era o atiçador com que puxaria as brasas para si.
Mas a beleza e a sedução tem se mostrado armas vazias em sua mão, pois seus planos são mais calcados em fantasia do que em observação. Isso ficou demonstrado com o fiasco de seus planos de coroar Myrcella. Por outro lado, agora que Arianne conhece as intenções e planos de seu pai, sua natureza impulsiva Oberynesca não garante que ela esteja a salvo da morte, tal qual Oberyn não estava.
ARIANNE, A BELEZA ADORMECIDA
Antes de sua conspiração falhar e começar a cooperar com seu pai, Arianne desconhecia as consequências de sua impulsividade e seu fraco por homens bonitos. Não estava com os olhos abertos, era uma beleza adormecida. Ela, a princesa, foi aprisionada em uma torre e ficou à espera de quem viesse enfrentar seu carcereiro. Mas ningúem veio. E o único príncipe que fez seu resgate foi o próprio Príncipe de Dorne, para ruína das ilusões que ela alimentava.
As ligações de Arianne com a figura de Bela Adormecida e com a trope da Donzela em Apuros são evidentes não só em sua trama atual. Arianne já demonstrava essa propensão em sua história pregressa, especificamente na sua primeira visita à Pedramarela, durante a qual, enquanto Tyene aprendia a extrair veneno de cobras e Sarella revirava o local com curiosidade, Arianne sonhava com um cavaleiro que a raptara para usá-la. Em outras palavras, Arianne fantasiva com paixões ardentes em um ninho de cobras, literalmente.
O seu retorno é ainda mais significativo. Arianne estava tão adormecida que trouxe uma conspiração que quereria extrema confiança recíproca para um ninho de cobras, tanto literal quanto metafórico. No final, ela não ter certeza de quem a denunciou demonstra o quão pouco Arianne sabia daquelas pessoas sobre quem ela depositava imensa grande confiança. Nem o fato de o perigoso Sor Gerold Dayne estar no grupo é suficiente para que ela ponha a mão no fogo por seus amigos.
O nome que o conto da Bela Adormecida recebeu em alemão foi Dornröschen, em que Dorn significa "espinho, espinheiro, urze" e röschen seria "rosa, flor", em razão da floresta de espinheiros que tomam o reino quando a princesa adormece. Há também oito fadas madrinhas (como as oito Serpentes de Areia), mas isso é só uma curiosidade.
Arianne desconhece que está dormindo em meios aos espinhos dorneses, algo que Doran parece conhecer há muito. Porém, talvez o conhecimento de Doran lhe tenha sido passado por sua mãe, a antiga Princesa de Dorne, tornando Doran o responsável pelo comportamento de Arianne, com quem ele está em dívida.
De fato, Arianne levanta 5 motivos para justificar sua conspiração contra seu pai, todos eles muito justificados diante do desconhecimento dos planos de Doran:
  1. Doran propôs que ela casasse com homens velhos e desdentados (quando sabemos ela tem um fraco por rapazes bonitos - e nós vimos este tipo de coisa terminar mal com Lysa Tully, por exemplo);
  2. Doran não passou a ela nenhum poder, liderança ou cargo quando ele se mudou para os Jardins de Água, só a deixou a cargo de recepções e festins (querendo certamente transmitir uma aparência de normalidade, mas sem saber estava enfiando o dedo na ferida aberta com a descoberta da carta a Quentyn por Arianne);
  3. Doran convocava Oberyn a cada quinze dias, mas Arianne apenas uma vez por semestre;
  4. A carta de Doran para Quentyn que dizia “um dia sentará onde me sento e governará todo o Dorne, e um governante deve ser forte de mente e de corpo(o que diretamente usurpava seu direito e indiretamente a chamava de fraca);
  5. Quentyn foi enviado a Essos sob disfarce com cinco companheiros de importância simultaneamente à Companhia Dourada quebrar o contrato com Myr.
As intenções de seu pai não foram apreendidas não por completa ausência de educação política. Areo Hotah lembra-se de ter ouvido Doran ensinar a Arianne que "o silêncio é amigo de um príncipe" e que "as palavras são como flechas, Arianne. Depois de disparadas, não podem ser chamadas de volta. Mas, devido a complexidade de seus planos, Doran depende de que as peças do seu jogo obedeçam sem questionar, o que também é fantasioso de sua parte. Em outras palavras, Doran também fantasiou que estava sendo transparente com Arianne.
Por motivos que já explicamos, Arianne já deveria se sentir abandonada e Doran por em ação planos que pareciam confluir para roubar seus direitos hereditários deve ter colocado Arianne contra a parede. Mas, se Arianne já conhecia a carta desde os 14 anos, por que levou quase 1 década para agir? Por que a morte de Oberyn tornou Dorne sedenta por uma guerra e colocou o povo contra Doran (como vimos pelas frutas atiradas contra a comitiva de Doran quando ele chegou a Lançassolar).
Arianne pretendia se apropriar do momento para jogar o povo contra seu pai, mas descobriu que estava cercada de espinhais. Não sabia da natureza de seus escolhidos e foi traída, não ponderou sobre os riscos e matou um cavaleiro da guarda real e quase matou a criança que visava proteger. Ela quase conseguiu uma guerra que nada teria a ver com seus direitos.
Quando foi presa, Arianne continuou a elaborar planos de acordo com as estratégias que conhecia. Primeiro, pensou em se valer do cinismo para mentir e atuar, depois vestiu a "roupa mais reveladora" para provocar e desconcertar e, por fim, tentou aliciar os servos para convocar vassalos instáveis de Lançassolar contra seu pai. Ainda assim, vimos Arianne realmente arrependida em seus pensamentos, especialmente por Arys e Myrcella, demonstrando que ela não é uma pessoa incapaz de aprender.
Em verdade, neste momento ficamos cientes de que a cena em que a princesa convence o cavaleiro real a trazer Myrcela a Pedramarela só é contada sobre o ponto de vista de Arys porque GRRM não queria entregar os pensamentos de Arianne, tanto em relação aos seus sentimentos para com o Guarda Real quanto sobre Doran. De fato, como ficamos sabendo em A Princesa na Torre, por baixo da aparência de manipuladora maliciosa, Arianne é um poço de sentimentos contraditórios e compaixão.
Contudo, Arianne falhou em entender as lições que seu pai tentava lhe ensinar enquanto ela esteve presa. O jogo de Cyvasse e os livros sobre leis de Westeros, dragões e a Estrela de Sete Pontas foram colocados ali para que Arianne pudesse entender as palavras que seu pai temia pronunciar em voz alta. Ao invés disso, Arianne continuava a se comportar como a Princesa na Torre, a donzela em apuros, convocando salvadores contra seu carcereiro. "Isso deverá trazer os heróis correndo", ela pensou ao redigir sua carta para Lorde Fowler.
Se a mantive na ignorância durante esse tempo, foi só para protegê-la. Arianne, sua natureza... Para você, um segredo era apenas uma história especial para murmurar a Garin e Tyene à noite, na cama. Garin mexerica como só os órfãos são capazes, e Tyene não guarda segredos de Obara e da Senhora Nym. E se elas soubessem... Obara gosta de vinho demais, e Nym é muito chegada [às gêmeas] Fowler. E a quem [as gêmeas] Fowler poderiam fazer confidências? Não podia correr o risco.
(AFFC, A Princesa na Torre)
Assim, Doran deixou Arianne presa tempo o suficiente para que a raiva, a vontade e a fantasia passassem. E a verdade surgiu apenas quando Doran precisava de Arianne para manipular Myrcella.
ARIANNE, A PRINCESA DOS ESPINHOS
Em A Dança Dos Dragões, vemos os efeitos construtivos da transparência entre Doran e Arianne. Pai e filha parecem agir coordenadamente para aparentar normalidade na corte e converter as Serpentes de Areia mais velhas em aliadas e todos vão para os Jardins de Água.
[SPOILER TWOW]Quando a carta de Jon Connington pedindo a Dorne por ajuda, Doran confia a tarefa de avaliar as forças de Aegon e a presença de Dragões a Arianne, muito embora Arianne não conheça nenhum dos dois homens. Mais curiosamente ainda, Doran forma uma comitiva de estranhos (semi-estranho no caso de Daemon Sand), que nunca viram Aegon ou Connington também. Dessa forma, o objetivo declarado de Doran é parcialmente impossível de ser cumprido. Somente levar olhos para procurar por dragões justificam a viagem.
[SPOILER TWOW]Mas a comitiva em si é curiosa. É formada por pessoas não nobres, com algumas ligações com Oberyn e nenhuma intimidade com Arianne. O caso de Elia Sand é o mais acentuado: a garota é impulsiva como Arianne, talvez um presente de grego de Doran para funcionar como espelho e testar a força de vontade da filha.
[SPOILER TWOW]Mas ainda assim, levar Elia para o meio de uma terra invadida é estranho. Elaria declara que está espalhando suas filhas para aumentar a chance de sobrevivência, porém isto não parece uma tática eficiente. Será que há aqui algum objetivo implícito o qual Arianne deveria compreender durante a viagem? Quem sabe.
[SPOILER TWOW]Com Daemon, há também um objetivo. O cavaleiro tem uma natureza cínica e se tornou imune às seduções da Princesa. Como ele é bonito, pode ser um instrumento fácil para que ela desenvolva uma abordagem realista com seu objeto de deseja, que aprenda a repreender seus instintos e aprender as reais intenções por trás da beleza. Como Arianne avalia que Jon Connington será difícil de seduzir Daemon funciona como um treinamento.
[SPOILER TWOW]De toda forma, em Ventos do Inverno, Arianne ainda está se equilibrando entre sua velha personalidade e as novas lições. Doran fica de pé para se despedir dela como se para fixá-las na memória da filha. E ela realmente agora fala de guerra com um tom funesto, e diz sentir pena de Elaria porque todas as suas filhas saíram a Oberyn (uma mudança significativa de percepção).
[SPOILER TWOW]Até mesmo quando traça paralelos entre Doran e Jon Connington, ela diz que este último deve ser perigoso, de certa forma aludindo que a sutileza do Pai também o torna perigoso. Arianne, inclusive, fica mais dada a silêncios e prefere as deduções às perguntas, chegando a fazer uma bem fundada troca de palavras com Lysono Maar.
[SPOILER TWOW]Porém, durante toda a jornada ele cobiça e flerta com Daemon. Em certo ponto, começa a perguntar por Viserys Targaryen, como que para fantasiar com o homem que estava prometida (muito embora ela afirme que agora é uma mulher, não uma menina que sucumbe para garotos bonitos), o que se confirma quando passa a maldizer Daenerys por tê-lo deixado morrer. A decepção com a aparência de Lysono Maar pode ser uma enganação, pois Lysono tem uma aparência feminina, e talvez quando veja Aegon, o contraste o torno excitante à Arianne.
[SPOILER TWOW]O mais interessante é que Arianne tenta se convencer que agora ama e quer o irmão de volta (o que Daemon, cético, nega). Na verdade, parece que ela quer compensar seu pai pelo estrago que causou e considera que Quentyn seria o meio para isso. Talvez, então, quando notícias de sua morte pelos dragões de Daenerys chegarem, ela passe a se opor à Rainha Dragão.
[SPOILER TWOW]De fato, muitos acreditam que o que está reservado para o futuro de Arianne é a paixão não correspondida com Aegon (uma novidade para ela) e que ela assumiria o papel da fazedora de reis. Assim, "A Princesa e a Rainha" não seriam apenas o título de uma novela de Martin, mas papeis que seriam repetidos na nova Dança dos Dragões.
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2014.02.10 13:43 ClayDatsusara Homem casadoiro, aguenta aí!

HOMEM CASADOIRO, AGUENTA AÍ !!!
Tenho um amigo, não posso dizer que seja o meu melhor amigo, mas também não é dos piores. Esse amigo chama-se Milan. Quando um amigo precisa de um bom conselho, é nossa obrigação dá-lo. Então, no dia do seu casamento, eu disse-lhe: — Sabes que isto é uma farsa, não sabes? — Ei! É o meu casamento! É agora! Vai acontecer! Por isso pára já com essa conversa! Um amigo sabe quando deve parar com as conversas quando outro amigo lhe pede. Calei-me bem calado e olhei o jovem casal com preocupação quando se apresentou frente ao padre. Não é que não goste dela. Acho-a super, como em super-divertida, super-inteligente e super-bonita. A expressão bom partido pode ser usada com mulheres? Se sim, ela é um bom partido. Mas o Milan não devia casar com ela. Nem com ninguém. — Ela chama-se Sandrine e é daquele tipo de mulheres por quem perdemos a cabeça, ao ponto de pensarmos em casamento – disse-me o Milan no dia em que a conheceu – pena já ter enfeitiçado um tonto que caiu no conto do vigário. Ai Milan, Milan... se me tivesses deixado falar, repetia-te a sentença que proferiste há sete anos atrás. Que me lembre, Sandrine encantou – como serpentes hipnotizadas – mais 7 ou 8 “tontos” depois desse a que Milan se referira quando a conheceu. Nenhum deles chegou ao ponto de a levar ao altar, porém Milan aqui estava, perante uma assembleia de almas pouco católicas, disposto a abdicar do Sol. do seu bilhete de identidade. Nem um sol aos quadradinhos para ele, apenas um Cas. como em ficar em casa todas as noites. E toda a gente sabe que as mulheres preferem o sexo matinal, naquelas horas em que tanto elas como os maridos estão a trabalhar. Uma pena, portanto, meu amigo Milan, que aceites dar o nó apenas para garantir uma suposta exclusividade, mesmo que a tua mulher seja essa bomba sexual, se não vais desfrutar dela na frescura matinal, mas apenas naquelas noites em que chegais cansados do trabalho e com mais sono do que libido... Não, não posso falar, devo-te isso, Milan, o respeito de velhos amigos e a aceitação recíproca das escolhas pessoais. Ainda assim, a meio da celebração, farto do mambo-jambo filosofal do padre, levanto-me e saio da igreja, não me importando com os olhares intrometidos de uns quantos velhos do restelo. Blah! É certo que não vou chegar àquele ponto da cerimónia em que o padre pergunta aos presentes se há alguém que se oponha à união daquelas duas pessoas. Se houver alguém que se tenha levantado e saído a meio do casamento, isso conta? A resposta é certamente não, pela festa a que assisto da esplanada onde estou sentado a beber um martini, quando eles saem da igreja, braço-dado, Milan e Sandrine, duas das melhores pessoas que já conheci, um casalinho feliz a levar com arroz nas trombas e flashes nos olhos. Faço fast-forward à sessão fotográfica e passo directamente para o próximo capítulo: a chamada função. A razão pela qual os casamentos ainda mantêm certa popularidade entre os jovens é o copo-de-água, ainda que copos de água sejam difíceis de encontrar nas mãos dos convidados. Se não houvesse este isco enganador, de haver bebida e comida à discrição contra pagamento de uma avultada soma monetária eufemisticamente nomeada “prenda”, eu nunca poria os pés em tal convívio social. Se não fosse a bebedeira subsequente, ninguém iria à igreja. É a única contrapartida possível, depois de passar largos minutos a ouvir alguém pregar moralidades datadas: beber uns copos e esquecer tudo o que se ouviu. O que ainda é mais chato num casamento é querermos ter uns minutos de conversa com o noivo ou com a noiva, ou mesmo com os dois em simultâneo, e não conseguirmos! Há sempre algo a fazer, fotos, brindes, comidas a entrar, discursos, danças, brindes, mais músicas, palhaços, filmes, brindes, bolos, brindes de champanhe, fogo de artifício e sei lá o que mais, que quando olhas as horas já está tudo bêbedo, inclusive os noivos, bêbedos demais para ouvirem os teus argumentos razoavelmente acertados sobre os porquês dos casamentos falhados e dos divórcios de que se ouve falar todos os dias. Se calhar, nem o Milan nem a Sandrine têm na família um historial tão grande de divórcios como eu tenho na minha. Não digo que seja por isso que não me caso, mas se algum deles tivesse pais divorciados, dois irmãos divorciados, dois pares de tios e tias divorciados, uma prima divorciada e até um cão divorciado na família, duvido que pensassem sequer em casamento. Mas não é isso que digo à Sandrine quando a apanho entre duas danças com velhos babados de luxúria. Digo-lhe apenas que é errado fazer um homem pensar que todos os seus problemas relacionados com a infelicidade poder ser resolvidos com juras oficiais de amor e outras tretas. — Sabes bem que ele me pediu em casamento, não o contrário... — Se fosse ao contrário ele ia perceber que é bom demais para ti – digo-lhe, mas logo me arrependo. Não acho isso verdade, que ele seja bom demais para ela, e nem que ela seja boa demais para ele. Não vejo as coisas assim, ninguém é melhor do que ninguém, e ninguém pode ser de ninguém. Não se pode esperar que uma mulher nunca mais vá sentir desejo sexual por outros homens para além de nós apenas por decidirmos tomá-la como esposa... É insano pensar assim. E se ela nos desperta paixão, então também é de esperar que desperte sentimentos semelhantes noutros homens. A única coisa que pode salvar a equação é a fidelidade, mas esta tem sempre de ser uma incógnita, um grande x, ainda para mais nos dias que correm, em que a liberdade e a auto-determinação são, justa ou injustamente, dependendo dos casos, sobrevalorizadas. É um discurso assim que quero fazer à Sandrine, no dia do seu casamento, para cúmulo das maldades, mas só me sai aquela porcaria de frase sobre ele ser melhor do que ela. — Estás bêbedo – a Sandrine responde-me de imediato – e tens de arranjar uma namorada a sério, para perceberes... Fico sem saber mais o que lhe dizer. Desculpa é a única opção, por isso calo-me no meu orgulho , vendo-a ser levada para o centro da ribalta, para mais brindes e palavras bonitas. Antes de me apetecer cair para o lado, no torpor lânguido das 4 da manhã, ainda consigo falar com o Milan, mas já bebi demais para fazer algum sentido, e não querendo prolongar a tristeza das minhas figuras, digo-lhe apenas parabéns. — Obrigado... Eu sei que não temos estado juntos como nos velhos tempos, mas vou-te compensar. Deixa só o pó assentar. — O pó assentar. Claro – repito de forma pouco convincente, mas logo ganho energias para terminar a conversa num tom positivo – Não... A sério, fico feliz por estares feliz. Não precisas de estar comigo, tenho a certeza que é bem melhor estar com a Sandrine :) Em troca das minhas palavras simpáticas, recebo um abraço sentido e decido que é a forma perfeita de fechar a noite. — Milan, me voy, passa uma boa lua-de-mel e não gastes a tua pujança toda na Sandrine. Em 8 dias podes dar umas voltas sozinho. Já estive no Brasil e as locais gostam de rodízio. Não faças nada que eu não fizesse e essas tretas do género. Chau. Boa viagem. Diz à tua nova mulher que mais vale só que mal acompanhada... Estou a brincar, Milan, dá aí mais um abraço! Não, a sério, gostei deste show, alguns actores não pareciam muito na personagem mas tu parecias sincero! Globo de Ouro, Milan! Desculpa, tá, vou embora, tá... tá... A pesadíssima ressaca do dia seguinte é sinal indesmentível que me diverti, muito até. No meu entender são inversamente proporcionais, bebedeiras e ressacas, porque só só consigo beber muito se me estiver a divertir. Então, mesmo que não me lembre de tudo o que aconteceu no dia anterior, tenho a certeza que me diverti no casamento do Milan, nem que a maior parte do gozo tenha vindo do escárnio e mal-dizer. Não compûs propriamente canções, mas consegui estruturar boas e variadas razões para não concordar com o casamento e me rir por cima. Porém, devo dizer que o casamento pode mudar as perspectivas de alguém (de alguém como eu...) em relação a essa cena toda da fidelidade, sexo, consciência, desejo, culpa, compromisso, etc. Apenas duas semanas depois deste casamento, no fim de uma sessão de sexo matinal, entro naquele informe estado de tristeza post-coitum, olho para o corpo humano demasiadamente familiar que se enrosca em mim e sinto que tenho de fazer a pergunta que ela não quer ouvir: — Por que é que te casaste mesmo, Sandrine?
submitted by ClayDatsusara to escrita [link] [comments]


PERGUNTAS QUE A GENTE NUNCA FEZ UM PARA O OUTRO - YouTube Como Conquistar um Homem - 2 Perguntas Inteligentes Para ... Envolvimento com homem separado Pergunta proibida a fazer para um Homem  William Nascimentto COMO PENSAM OS HOMENS ACIMA DOS 40 ANOS 8 Coisas Que Você Não Deve Fazer Com Um Homem (Luiza Vono ... Perguntas Inteligentes Para Fazer A Um Homem

9 coisas que você precisa fazer se ama um canceriano

  1. PERGUNTAS QUE A GENTE NUNCA FEZ UM PARA O OUTRO - YouTube
  2. Como Conquistar um Homem - 2 Perguntas Inteligentes Para ...
  3. Envolvimento com homem separado
  4. Pergunta proibida a fazer para um Homem William Nascimentto
  5. COMO PENSAM OS HOMENS ACIMA DOS 40 ANOS
  6. 8 Coisas Que Você Não Deve Fazer Com Um Homem (Luiza Vono ...
  7. Perguntas Inteligentes Para Fazer A Um Homem

05 DICAS COMO CONQUISTAR UM HOMEM MAIS VELHO - Duration: 8:46. Jouber Albuquerque 236,529 views. 8:46. COMO PENSAM OS HOMENS ACIMA DE 50 ANOS - Duration: 10:17. Confira Aqui http://www.artedaconquista.com/envie-3-mensagens Neste vídeo você irá aprender a como conquistar um homem sendo mais criativa ao puxar uma con... Não Tenha Medo de Fazer Estas Perguntas Para Um Homem Coach de Relacionamentos Luiza Vono - Duration: 4:15. Luiza Vono 20,269 views. 4:15. 5 Elogios Que Todos Gostam de Ouvir - Duration: 5:41. 17/05/14 - Cabeça de Homem - O homem recém separado - Duration: 51:05. Cabeça de Homem 12,501 views. ... ACABOU DE SAIR DE UM RELACIONAMENTO LONGO, E AGORA? - Duration: 10:03. Baixe agora o meu Guia Gratuito 5 Técnicas para Chamar a Atenção de Um homem: http://www.luizavono.com/guia-5-tecnicas/ ----- Eu sou Luiza Von... 3 PERGUNTAS PODEROSAS QUE CONQUISTAM UM HOMEM - Duration: 10:12. Ítalo Ventura 224,428 views. ... Como fazer um Homem se Apaixonar por Você William Nascimentto - Duration: 14:49. ESPERO QUE TENHAM GOSTADO DO VÍDEOOOO! CANAL VALENTINA SOBRINHO: https://www.youtube.com/channel/UClCBeR-qPKcYbSH7TjFm77g Minha caixa postal: 10093 Cep: 2305...